Ver perfil

Se não gosta de cerveja boa, nem abre esse email!

Se não gosta de cerveja boa, nem abre esse email!
Por Haroldo Rocha • Edição Nº4 • Ver na web
Aeeee! Maravilha? Aqui o Haroldo do Twelve Beers e esse toda quinta eu trago uma sugestão de cerveja para o seu fim de semana.

Abriu meu email da semana passada? Fez aquela última visita no Hop'n Roll? O “Heróis da Ressaca” nunca mais será o mesmo. Se você está boiando no assunto, dá uma procura lá na caixa de spam o meu último email ou se ficar com preguiça, clica aqui e se atualiza.
Não é o Caribe, é Superagui. A cor da água é essa mesmo.
Não é o Caribe, é Superagui. A cor da água é essa mesmo.
Essa semana passou voando. Na última quinta era o meu primeiro dia numa nova década, a quinta da minha vida e eu meio que arquitetei uma fuga estratégica. Superagui. Sim, a ilha. Olha a loucura. Se você sair agora, em menos de duas horas você chega lá, e parece que atravessou um portal pra um outro mundo. Ainda mais em tempos de pandemônio. Tudo desacelera, e acredite, nada pra fazer! Repito. Nada pra fazer! Por um tempo isso é bem bom! Se você curte uma parada mais pé no chão e sem luxos, recomendo. Aproveita esses tempos de de calor, apesar que tenho planos de voltar lá no inverno para a temporada de pesca da Tainha. Se despertou o seu interesse dá uma olhada nesse vídeo, pra quem curte essas paradas, é de enlouquecer. O vídeo não é de Superagui, mas a pesca da Tainha rola em todo o litoral sul do Brasil.
Mas a gente veio aqui pra beber ou pra conversar?
Essa semana não consegui sair de casa pra ir no bar tomar cerveja direto no balcão, por isso fiz diferente. Pedi pra Marinês dar uma passada lá no The Blackbird Pub Curitiba e trazer um “growler” da Kûarasy, uma Vienna Lager feita com maestria pela Cervejaria Xamã e essa é a minha indicação pra você experimentar nos próximos dias. Olha ela aí no tap do Blackbird. Ela estava plugada no Mad Jack Beer Lab também, mas não sei se ainda está, tem que confirmar.
Kûarasy - Vienna Lager - 5,5% - 25 IBU - Cervejaria Xamã - The Blackbird Pub
Kûarasy - Vienna Lager - 5,5% - 25 IBU - Cervejaria Xamã - The Blackbird Pub
Ahhh! Haroldo. Uma Vienna Lager? Tão mais ou menos esse estilo. Sim!!!!! Uma Vienna Lager, sem medo de ser feliz.
Essa parada de beber cerveja artesanal é mesmo um caminho sem volta. E como em toda jornada de conhecimento/experimentação ou qualquer outra forma que você queira nomear isso, existe uma curva de aprendizado.
No caso da cerveja, geralmente começamos pelas alemãs, weiss, wit, até pular para as lupuladas. Uma vez dado esse salto, a escalada em busca do amargor começa. O lúpulo e o álcool tomam conta do indivíduo e a pessoa cai de cabeça nas extremas, é 100 de IBU pra cá, é 12% de álcool pra lá, não importa a escola, pode ser Inglesa, Belga, Americana, tanto faz. No meio disso tudo tem as variantes. As tostadas, as nem tão tostadas e as excêntricas. Sim, estou falando das azedas.
E é nesse ponto da curva que não é raro acontecer do paladar voltar a obter prazer na simplicidade novamente. Aí entram as Czechs, as Ambers e coloco sem medo as Viennas no mesmo saco.
Não estou falando que essa seja exatamente a sua história com a cerveja, é só uma observação pessoal nas minhas conversas cervejeiras.
Outra coisa que acontece é que o nosso cérebro interpreta o mundo por comparação e usa essas comparações para tomar decisões. Quer uma prova? Você olha no tap do bar e a diferença de valor entre o copo de 300ml e o de 450ml são apenas R$ 3,00. Rapidamente você faz a conta, ou nem faz na verdade. O seu cérebro faz mais ou menos a conta e sabe que você vai pagar mais caro no copo pequeno em relação ao copo grande e já decide que a pint vale mais a pena. Essa é uma jogada clássica dos bares.
Acontece que muitas vezes, esse esquema que o cérebro utiliza pra gerar respostas rápidas pode te enganar. É o caso, se você comparar duas coisas que são diferentes. Aí o seu cérebro vai tentar encontrar algum outro parâmetro de comparação. Pode ser o preço, pode ser o conforto de escolher alguma coisa que você já conhece e batata! Tá lá você tomando a mesma cerveja de sempre.
Bom, dá pra escrever uma tese de doutorado sobre o assunto, mas essa não é a minha área e acho que a UFPR não iria aceitar uma proposta de bolsa cerveja. Mas fica aí a dica pra quem quiser arriscar.
Na verdade tudo isso foi só pra te convencer a experimentar a Kûarasky, uma Vienna Lager delicia de tomar. Vai sem medo que eu aposto um pêlo da minha barba que você vai curtir.
Desculpa aí o rótulo Xamã. Improvisei. Mas o copo é lindão, concorda?
Desculpa aí o rótulo Xamã. Improvisei. Mas o copo é lindão, concorda?
Pra finalizar, quero que te dizer que 3 desses copos aí já estão prometidos, ou seja, você tem apenas duas chances de me pagar uma cerveja e ganhar um copo.
Troco um copo por uma cerveja! Tem que ser no bar.
Troco um copo por uma cerveja! Tem que ser no bar.
Se curtiu a indicação, senta o dedo no like aí embaixo, vai lá experimentar a Kûarasky, tira foto e publica com a #saudadestwelve e marca o @the12beers que é pra eu poder compartilhar também.
Quinta que vem estarei na sua caixa de emails de novo com mais uma #cervejafoda
Cheers!
Curtiu essa edição?
Haroldo Rocha

Aeee! Aqui o Haroldo do Twelve Beers.
Cerveja é um dos meus assuntos preferidos e é sobre isso que vamos conversar toda quinta nessa newsletter. Bora pro bar?

Se você não quer mais receber essa newsletter, por favor cancele sua assinatura aqui.
Se você recebeu essa newsletter de alguém e curtiu, você pode assinar aqui.
Curadoria cuidadosa de Haroldo Rocha via Revue.
Largo da Ordem, Centro Histórico de Curitiba